terça-feira, 30 de julho de 2013

COPA-DO-MUNDO-2014-BRASIL-NOTÍCIAS-IMAGENS-VÍDEOS-GOLS-AMISTOSOS-FIFA,BLOG DO DESABAFO BRASILEIRO




                                                                                                               





 

BLOG DO DESABAFO BRASILEIRO COPA DO MUNDO 2014 BRASIL




 Portal Copa do Mundo 2013 Brasil, FIFA. Blog do Desabafo Brasileiro




TABELA-DOS-JOGOS-DA-COPA-DO-MUNDO-FIFA-2014


 
VAMOS NESSA BRASIL!
 
 
Clique na imagem para ampliar




Copa-do-mundo-2014-FIFA.-Acompanhe-junto-com-o-nosso-Blog-todos-os-jogos-e-resultados-das-partidas.






 



A expressão "A pátria de chuteiras", criada pelo escritor Nelson Rodrigues, estará presente nas ações de comunicação do
 governo federal para a Copa do Mundo FIFA Brasil 2014. O governo adotou o termo e lançou um selo especial para o
 principal evento esportivo do próximo ano. O selo também poderá ser utilizado por estados e municípios. .
Inspirado em dois dos elementos que mais caracterizam o Brasil — o verde-amarelo e o jogo de bola —, o selo do governo
federal para a Copa do Mundo 2014 apresenta a imagem de brasileiros em ação, praticando o esporte mais popular do País.
Outro elemento que aproxima a campanha "A pátria de chuteiras" dos brasileiros é a trilha sonora que tem como base a
melodia da música "Na cadência do samba (Que bonito é)", de Luiz Bandeira. Utilizada como pano de fundo para as imagens
 do jornal cinematográfico Canal 100, a música está intimamente ligada ao conceito de futebol arte no inconsciente coletivo dos
 torcedores nacionais.

___________________________________________________________________________________________________

 

                                            







10 de outubro de 2013
Amistosos da Seleção Brasileira
Brasil 2 X 0 coréia


Brasil vence a Coreia do Sul por 2 x 0 em Seul

 
                  
Neymar, de falta, no primeiro tempo, e Oscar, em bela jogada na segunda etapa, foram os autores dos
gols. Próximo compromisso da Seleção será na terça, contra a Zâmbia, em Pequim, na China


Foto: Mowa Press/Divulgação
Foto: Mowa Press/Divulgação#Neymar tenta passar pela zaga coreana, observado pelo lateral Marcelo
Neymar tenta passar pela zaga coreana, observado pelo lateral Marcelo


Com um primeiro tempo enroscado na marcação e uma segunda etapa mais desenvolta, a Seleção
Brasileira venceu o primeiro amistoso do rápido tour asiático. Neymar, cobrando falta no primeiro
tempo, e Oscar, concluindo com categoria um lançamento preciso de Paulinho na segunda etapa,
fizeram os gols na vitória por 2 x 0 sobre a Coreia do Sul. A equipe volta a campo na terça-feira, em
Pequim. O desafio será diante da equipe de Zâmbia, no estádio Ninho de Pássaro, palco principal das
Olimpíadas de 2008.
"A equipe está de parabéns. Não é fácil enfrentar um fuso horário muito grande como esse, mas os
jogadores entraram muito bem. Estamos no caminho certo", comentou Neymar no fim da partida, em
entrevista à Rede Globo. O atacante do Barcelona foi eleito pela organização do evento o melhor em
campo. 
No primeiro tempo, a precisão foi mais decisiva que a intensidade de criação. A equipe de Luiz
Felipe Scolari encontrou dificuldades para articular ações ofensivas. O Brasil até adotou o esquema
de iniciar o duelo com a marcação avançada, na saída de bola coreana. A tática não surtiu tanto
efeito porque os coreanos, já classificados para a Copa do Mundo de 2014, mostraram organização
e vigor físico, com um estilo de muita movimentação no meio-campo e marcação forte. Assim, não
oram criadas muitas oportunidades nos primeiros minutos.
Aos 13, a primeira boa jogada brasileira, numa linha de passe entre Daniel Alves, Oscar e Paulinho
pela direita do ataque. A triangulação terminou com um toque para Hulk já dentro da área. O atacante
ficou cara a cara com o goleiro adversário, mas Sung-Ryong levou a melhor.
Aos 23, Oscar arriscou de longe, antes da meia-lua da área, pelo lado direito, após receber passe de
Neymar. A bola passou sobre a meta adversária. Aos 30, a Coreia esboçou uma pressão, com três
bolas alçadas à área em sequência, num cruzamento da direita seguido de dois escanteios, mas o
zagueiro David Luiz foi soberano nas intervenções defensivas.


Aos 33, o primeiro chute a gol coreano, com Kim Bokyung arrematando da entrada da área, num
contra-ataque. Jefferson defendeu com tranquilidade. A resposta brasileira veio aos 35, com Daniel
Alves num arremate de perna esquerda na linha da área, pelo lado direito do ataque. A bola saiu à
esquerda do gol coreano.
Aos 43, o gol saiu numa bola parada. Neymar sofreu falta na esquerda do ataque, num setor próximo

da entrada da área. O próprio Neymar ajeitou e cobrou com precisão, no canto direito de Sung-Ryong.
O goleiro ainda tocou na bola, mas não evitou que ela entrasse.





Segunda etapa

No segundo tempo, o Brasil voltou com Ramires no lugar de Hulk. A formação deu mais liberdade
ao volante Paulinho, e a mexida tática surtiu efeito logo aos quatro minutos. Luiz Gustavo saiu com a
bola, Neymar recebeu na meia-lua e achou Paulinho quase na marca do meio-campo. O atleta do
Tottenham fez um lançamento longo, preciso, para Oscar. O meia do Chelsea driblou o goleiro e
ampliou a vantagem brasileira num chute de perna esquerda: 2 x 0.
Aos 14, Jô quase ampliou de cabeça, após uma sobra dentro da área. A zaga afastou. Os coreanos

responderam com perigo aos 23 minutos, quando Lee Chungyong quase fez de cabeça após cobrança
de escanteio pelo lado esquerdo do ataque.
Na perspectiva de fazer seus testes para definir o grupo da Copa do Mundo de 2014, Luiz Felipe

Scolari sacou Luiz Gustavo e Paulinho para a entrada de Hernanes e Lucas Leiva. Pouco depois,
Bernard entrou no lugar de Oscar e Maxwell na vaga de Marcelo na lateral esquerda. A equipe
manteve
o domínio de posse de bola, que chegou a 70% em alguns instantes, mas o placar não foi alterado.






Brasil
Jefferson, Daniel Alves, Dante, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho, Oscar; Neymar, Hulk e Jô
Técnico: LUiz Felipe Scolari
Coreia do Sul
Jung Sung-Ryong, Kim Jinsoo, Younggwon Kim, Hong Jeong-Ho, Yong Lee; Bokyung Kim, Sung-Yueng Ki, Lee
Chung-Yong e Han Kook-Young; Dongwon Ji e Jacheol Koo
Técnico: Hong Myung Bo





07 de outubro de 2013

 Jogos da Seleção. (Amistosos)

Brasil enfrentará Honduras em novembro

 
Amistoso está marcado para o dia 16 do mês que vem em Miami, nos Estados Unidos. Caso o adversário não se
classifique para a Copa de 2014, a Seleção jogará contra outro país 
O primeiro adversário da Seleção Brasileira em novembro foi definido. No dia 16  do mês que vem, o time do
técnico  Luiz   Felipe Scolari enfrentará  Honduras, em Miami (EUA), no Sun Life Stadium, às 19h30 (22h30 de
Brasília). Honduras está muito próximo de garantir a classificação para a Copa do Mundo FIFA Brasil 2014. Em
terceiro lugar na fase final das eliminatórias da CONCACAF, os hondurenhos estão três pontos à frente de Panamá
e México. Faltam dois jogos para a definição dos classificados, que serão disputados em outubro.Três equipes ganham
vagas diretas para o Mundial, e a quarta  colocada disputa a repescagem contra a Nova Zelândia. Costa Rica e Estados
Unidos já se garantiram na Copa do ano que vem.
Caso Honduras não consiga a vaga na Copa do Mundo, o adversário do dia 16 de novembro da Seleção Brasileira
será substituído, mas o local, data e horário da partida serão mantidos.
No dia 19 de novembro, a Seleção Brasileira fará outro amistoso na América do Norte. Os detalhes dessa partida 
serão divulgados nos próximos dias.
Fonte;CBF



07 de setembro de 3013
Amistosos da Seleção Brasileira
Brasil 6 X 0 Austrália
 

A Seleção  Brasileira conseguiu uma ótima vitória sobre a Austrália na tarde deste  sábado  (07.09) no
Estádio Nacional  Mané Garrincha,  em  Brasília. Com gols de Jô (2), Neymar,  Ramires,  Pato e  Luiz
Gustavo, a partida  terminou  com uma  goleada de  6 x 0,  para  aplausos  dos 40.996  torcedores  que
foram à arena brasiliense que receberá sete partidas da Copa do  Mundo da  FIFA  em 2014.   O placar
configura-se como a maior goleada desde que Luiz Felipe Scolari voltou a dirigir a Seleção Brasileira.
A exibição de gala e ofensiva do Brasil, no dia que se  comemora  191 anos da  Independência do país,
foi facilitada pela postura completamente defensiva dos australianos – para se ter  uma ideia, o goleiro
brasileiro  Júlio  César só  trabalhou  uma única  vez,  ao  interceptar   um  escanteio. Os  destaques da
partida foram Bernard e Jô, que atuaram muito bem no primeiro tempo,  e Ramires, que voltou ao time
e marcou um dos gols, além de armar e aparecer para finalizar.
A próxima partida da Seleção Brasileira será contra Portugal, no dia 10 de setembro, em Boston
(Estados Unidos).

 


Aos 33, o primeiro chute a gol coreano, com Kim Bokyung arrematando da entrada da área, num
contra-ataque. Jefferson defendeu com tranquilidade. A resposta brasileira veio aos 35, com Daniel
Alves num arremate de perna esquerda na linha da área, pelo lado direito do ataque. A bola saiu à
esquerda do gol coreano.
Aos 43, o gol saiu numa bola parada. Neymar sofreu falta na esquerda do ataque, num setor próximo
da entrada da área. O próprio Neymar ajeitou e cobrou com precisão, no canto direito de Sung-Ryong.
O goleiro ainda tocou na bola, mas não evitou que ela entrasse.

Segunda etapa

No segundo tempo, o Brasil voltou com Ramires no lugar de Hulk. A formação deu mais liberdade
ao volante Paulinho, e a mexida tática surtiu efeito logo aos quatro minutos. Luiz Gustavo saiu com a
bola, Neymar recebeu na meia-lua e achou Paulinho quase na marca do meio-campo. O atleta do
Tottenham fez um lançamento longo, preciso, para Oscar. O meia do Chelsea driblou o goleiro e
ampliou a vantagem brasileira num chute de perna esquerda: 2 x 0.
Aos 14, Jô quase ampliou de cabeça, após uma sobra dentro da área. A zaga afastou. Os coreanos
responderam com perigo aos 23 minutos, quando Lee Chungyong quase fez de cabeça após cobrança
de escanteio pelo lado esquerdo do ataque.
Na perspectiva de fazer seus testes para definir o grupo da Copa do Mundo de 2014, Luiz Felipe
Scolari sacou Luiz Gustavo e Paulinho para a entrada de Hernanes e Lucas Leiva. Pouco depois,
Bernard entrou no lugar de Oscar e Maxwell na vaga de Marcelo na lateral esquerda. A equipe
manteve o domínio de posse de bola, que chegou a 70% em alguns instantes, mas o placar não foi
alterado.

 
 
 
 
 
 
Vídeo. Melhores momentos


Brasil: Júlio César; Maicon (Marcos Rocha), Thiago Silva, David
Luiz (Dante), Marcelo (Maxwell); Luiz Gustavo, Paulinho
(Hernanes), Ramires; Bernard (Lucas), Neymar e Jô (Alexandre
Pato. Técnico: Luiz Felipe Scolari
Austrália: Schwarzer; McGowan, Lucas Neill, Sasa Ognenovski,

Jedinak (Milligan); Bresciano, Kruse, Thomas Oar (Archie
Thompson); Holman e Kennedy (Mitchel Duke). Técnico: Holger
Osieck
Árbitro: Enrique Cáceres (Paraguai)
Local: Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha
Público: 40.996 (40.428 pagantes)
Renda: R$ 3.751.640,00


 
 

 


 


04 de Setembro de 2013
Amistosos da Seleção Brasileira       

David Luiz diz ter a mesma motivação contra

Austrália ou Argentina


David Luiz diz que Seleção não terá problema de motivação para enfrentar a Austrália Foto: Bruno Spada / Vipcomm
David Luiz diz que Seleção não terá problema de motivação para enfrentar a Austrália
Foto: Bruno Spada / Vipcomm

Com apenas amistosos a disputar até a Copa do Mundo, o zagueiro David Luiz disse que não terá problemas para manter a
motivação na Seleção Brasileira. Para o jogador, qualquer jogo é encarado como a seriedade, começando pelo duelo diante
da Austrália neste sábado, em Brasília.
"Para mim é o mesmo jogar contra a Austrália e contra a Argentina", afirmou o zagueiro, que acredita ser possível compensar
a falta de partidas competitivas pelas Eliminatórias encarando com seriedade cada amistoso. Se estivesse nas Eliminatórias,
o Brasil iria enfrentar os argentinos na rodada, o que motivou o questionamento sobre se ele preferia um confronto com um
adversário mais forte. 
"As Eliminatórias são uma competição diferente, têm jogos muito difíceis. Argentina, Chile, Uruguai... Mas temos que
jogar cada amistoso da mesma forma. Isso é que temos para esta Copa do Mundo. Temos que entender nosso propósito
para chegar muito bem”, afirmou.






_____________________________________________________________________________________________________
28 de agosto de 2013

Ministério do Turismo vai incentivar meios alternativos de

hospedagem para baratear diárias em hotéis

     
                          
 
Dentre os projetos da pasta para a Copa está a sinalização turística, inclusive em cidades históricas, que terão R$ 19 milhões em
 investimentos
A busca por meios de hospedagem alternativas cresceu, como demonstrou o estudo de Demanda Turística Internacional,
divulgado nesta quarta-feira (28.08), pelo Ministério do Turismo. Segundo a pesquisa, o número de turistas que optaram por
locais diferentes dos hotéis, como casas alugadas, saltou de 8% para 11,9% nos últimos seis anos, enquanto em camping ou
 albergues passou de 2,4% para 4,9%, no mesmo período. Ainda assim, a maioria (52,1%) hospeda-se em hotéis ou em casas
de amigos ou parentes (27,4%).
Para o ministro do Turismo, o dado indica que o próprio mercado pode regular aqueles que queiram praticar diárias com
valores abusivos. O índice com menor aprovação, inclusive, foram os preços dos produtos e serviços, com 56,1% de
aprovação. “A pesquisa mostra que outros meios de hospedagem começam a surgir. Quando você aumenta a oferta, tem
capacidade de fazer com que o próprio mercado coloque juízo naqueles que queiram praticar uma diária exorbitante”, disse
Gastão Vieira, que fez um alerta.

“O que eu quero dizer é que a postura do ministério, desde o começo, foi a de chamar os empresários, negociar com eles,
mostrar a eles que essa janela de oportunidades dos grandes eventos não pode ser perdida, que eles estão investindo. Quando
acabar o último jogo da Copa eles vão voltar a viver a realidade do dia a dia do turismo. Se eles criam a fama de cobrar diária
alta, vão pagar um preço por isso”.
O Ministério promete incentivar ainda mais os meios alternativos de hospedagem, cadastrando as casas e apartamentos
 (via Cadastur) e oferecendo maior segurança ao consumidor. O levantamento, segundo Gastão Vieira, será aperfeiçoado junto
 às secretarias estaduais e municipais, principalmente nas 12 sedes da Copa do Mundo. “Já foi notado um aumento na
procura pelo cadastramento. Temos um processo de desburocratizar o sistema, que é uma meta que queremos atingir o
 mais rápido possível, para que seus efeitos sejam sentidos na Copa do Mundo”, prometeu.

Sinalização

O Ministério do Turismo tem projetos nas 12 cidades-sede do Mundial de 2014, principalmente relacionados à sinalização
turística e à construção de Centros de Atendimento ao Turista (CAT). Os investimentos previstos na Matriz de
Responsabilidades da Copa são de R$ 212,5 milhões para o setor.
“É nossa responsabilidade prover sinalização turística, que é uma demanda e uma reclamação recorrente de quem nos visita.
 Os Centros de Atendimento ao Turista são outra reclamação. As pessoas querem saber onde obtêm informações, mapas,
 quer ser cuidada. Uma janela que a Copa abriu para nós, muito importante, é a acessibilidade para prédios históricos e lugares
 turísticos. E também a formação, temos que capacitar entre 160 e 200 mil pessoas até a Copa do Mundo pelo Pronatec”, disse
 Gastão Vieira.

Fotos Portal da Copa e MTur
Divulgação MTur


_____________________________________________________________________________________________________
28 de agosto de 2013

Instalada a primeira parte da cobertura das

arquibancadas da Arena Pantanal

Obras do estádio na capital do Mato Grosso ultrapassaram os 80% de conclusão no fim de

 junho de 2013. Entrega está prevista para dezembro deste ano



Edson Rodrigues/Secopa-MT






A primeira parte da estrutura metálica que compõe a cobertura das arquibancadas no setor Norte da Arena Pantanal foi
 instalada nesta quarta-feira (28.08). Após a pré-montagem em solo, a armação de aproximadamente 83 toneladas
 foi içada por um guindaste, localizado na área externa do estádio.
A armação que cobrirá por completo os torcedores desse setor pesa 250 toneladas. Com 98 metros de extensão e
 54 metros de largura, a peça será içada em cinco etapas. Ao todo serão 5.300 m² de proteção.
Após a instalação sobre as arquibancadas, serão iniciados os trabalhos de colocação dos três componentes que irão
preencher a cobertura. São eles: a telha em formato de trapézio, o isolante térmico e a membrana. A cobertura do
 estádio, que totalizará 25.600 m², permitirá que os torcedores estejam protegidos até o guarda-corpo, que separa o
 público do campo de futebol.
Com capacidade para cerca de 44 mil torcedores, a Arena Pantanal está com mais de 80% dos trabalhos concluídos,
 conforme medição do mês de junho. O estádio em Cuiabá vai receber quatro jogos válidos pela Copa do Mundo
 de 2014, todos válidos pela primeira fase do torneio. A entrega da obra está prevista para dezembro de 2013.

Durabilidade

A cobertura escolhida para o estádio tem durabilidade e resistência a rasgos, perfurações, raios UV e exposição
 às ações climáticas. Também não tem ingredientes plasticidas ou cloridratos e tem vida útil ilimitada.
A membrana de revestimento da cobertura é impermeável e resistente às ações dos ventos. O sistema se adapta às
 diversas geometrias arquitetônicas e atende as normas relativas à sustentabilidade, conforme os requisitos para
certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design), o atestado de “construção verde”.

Fonte: Secopa-MT


 
 
 
_____________________________________________________________________________________________________ 


28 de agosto de 2013
 
Informações úteis: Banco Central

Banco Central esclarece dúvidas sobre dinheiro e câmbio no país

Consulte a FAQ com informações sobre o Real e uso de cartões internacionais

Antes de viajar:
Que moedas são aceitas no Brasil?
A única moeda legalmente aceita no Brasil é o Real (R$).

Onde obter reais antes de viajar?
É possível encontrar reais em bancos e casas de câmbio no exterior.

No Brasil
Onde posso comprar reais?
Apenas em instituições autorizadas pelo Banco Central do Brasil (BCB) a atuar no mercado de câmbio: bancos,
outras instituições financeiras e estabelecimentos comerciais que atuam em seu nome. Uma lista atualizada
 dessas instituições está disponível em http://www.bcb.gov.br/?INSTCRED.

Por que devo comprar reais somente em instituições autorizadas pelo BCB?
Porque essas instituições têm o respaldo da lei brasileira, permitindo que você acione as autoridades em caso de
 qualquer problema. É recomendável sempre guardar o comprovante da operação.

Que documento preciso apresentar na compra de reais?
Em operações de até US$3 mil (ou o equivalente em outras moedas), basta apresentar o documento de
 identificação usado para entrar no Brasil. Acima desse valor, será preciso comprovar a finalidade da compra.

Posso trocar moeda em caixas eletrônicos?
Sim, esse tipo de operação foi autorizado recentemente. As instituições que atuam no mercado de câmbio
estão, aos poucos, colocando caixas eletrônicos específicos para troca - as “máquinas cambiadoras” - em
 funcionamento. O limite por operação é de US$3 mil (ou o equivalente em outras moedas).

Como negociar as melhores condições de câmbio?
Na hora da troca, fique atento ao Valor Efetivo Total (VET), que considera, além da taxa de câmbio,
 todos os encargos, tarifas e tributos incidentes na operação. Isso permite que você compare o preço
 efetivo praticado pelas instituições.

Posso usar cartões internacionais para fazer pagamentos?
Sim. Você pode fazer pagamentos com cartões de crédito, débito ou pré-pagos das principais bandeiras
 internacionais na maior parte dos estabelecimentos comerciais brasileiros.

Posso usar cartões internacionais para fazer saques em ATMs?
Sim. Você pode sacar reais em ATMs com cartões de crédito, débito ou pré-pagos das principais bandeiras
 internacionais.

Na partida
Posso vender os reais que sobraram?
Sim. Tenha em mãos o comprovante emitido no momento da compra, que pode ser solicitado pela instituição
 autorizada.
Limites
Quanto em moeda em espécie ou cheques de viagem posso portar na entrada ou saída do Brasil?
Não há limite de valor para o porte de moeda em espécie ou cheques de viagem, tanto na entrada quanto na
 saída do país. Contudo, quando os valores portados superam R$10 mil, ou o equivalente em outras moedas,
 é necessário preencher a Declaração Eletrônica de Porte de Valores – e-DPV, emitida pela
Secretaria da Receita Federal do Brasil, no site http://www.receita.fazenda.gov.br/dpv/.
E na hora de realizar a operação de câmbio? Há algum limite para operações com moeda em espécie,
 cartão pré-pago ou cheques de viagem?
Não há limite de valor para operações de câmbio no Brasil. No entanto, em operações envolvendo valores
 superiores a R$10 mil, a entrega ou o recebimento dos reais deve ocorrer por meio de transferência bancária ou cheque.
Sobre as notas do Real
A moeda corrente no Brasil é o Real (R$). Seu lançamento, em 1994, foi decisivo para o controle da inflação,
 tornando essa moeda um símbolo da estabilidade econômica no país. O sucesso do Real fez com que, a partir de 2010,
 suas cédulas fossem relançadas com novos design e elementos de segurança. Aos poucos, a nova versão substituirá a
 primeira; porém, até que isso aconteça, ambas permanecerão válidas.
Conheça as notas brasileiras:
Confira sempre os elementos de segurança das suas notas. Aprenda a identificar o seu dinheiro.
Sinta com os dedos se o papel é mais áspero que o papel comum. Se possível, compare a nota que você recebeu
com outra que já tem e verifique se há diferença nos itens de segurança. Quando suspeitar que uma nota é falsa, não a
receba nem a passe adiante. Isso é crime! As notas falsas não são trocadas pelo Banco Central.
Como proceder se uma nota for suspeita de falsificação:
Evite problemas. Encaminhe-a para exame na rede bancária e solicite o recibo de retenção.
Para saber mais sobre as notas do Real, visite o site www.novasnotas.bcb.gov.br

FONTE: Banco Central do Brasil
 

____________________________________________________________________________________________________


14 de agosto de 3013

Alves faz contra e Brasil perde na Suíça sem

repetir bom jogo das Confederações

Em primeiro jogo depois da conquista, Brasil falha no

ataque e é presa

fácil        

O show dado pela seleção brasileira contra a Espanha, em 30 de junho, passou longe do jogo do
 Brasil nesta quarta-feira na Suíça. Contra a seleção local, o time de Luiz Felipe Scolari ofereceu
 muito pouco e com um gol contra de Daniel Alves, aos 2 minutos do segundo tempo, perdeu por
 1 a 0 em Basileia no primeiro jogo após a conquista. 
           
O Brasil volta a jogar no dia 7 de setembro, em Brasília, contra a Austrália. No dia 10, em Boston,
 o rival será Portugal. A derrota para a Suíça interrompe uma série de 11 jogos sem derrota da seleção.
 Na Europa, onde jogara contra Inglaterra, Itália e Rússia, o Brasil não venceu ainda sob o comando
 de Felipão. 
A Suíça lidera seu grupo nas eliminatórias para a Copa com 14 pontos, quatro a mais que a vice-líder
 Albânia, e tem boas chances de estar no Brasil em 2014.

O jogo
Felipão preferiu escalar Jefferson no gol a manter Julio Cesar. O goleiro titular na Copa das

 Confederações está de saída do Queens Park Rangers e não vem atuando. Diferente de Jefferson,
que vem atuando regularmente no Botafogo. Na véspera da partida, Felipão declarou que é melhor
 ter um goleiro atuando na 10ª divisão do que não jogando. O QPR foi rebaixado no Campeonato
 Inglês na última temporada.
Com basicamente o mesmo time que goleou a Espanha na final da Copa das Confederações
 (fora a mudança no gol, Dante entrou no lugar de David Luiz na zaga), o Brasil teve um
posicionamento parecido ao que realizou nos cinco jogos do torneio da Fifa em junho. Marcando
 na saída de bola da Suíça, com Hulk e Neymar ajudando, o Brasil teve as principais chances
primeiros 15 minutos.
A Suíça equilibrou a partida depois dos 20 minutos. Shaqiri, principal jogador do país na atualidade,
obrigou Jefferson a trabalhar com dois chutes de fora. Neutralizando bem as saídas do Brasil,
 a seleção local deu ao goleiro brasileiro o jogo ideal para ele mostrar serviço na rara oportunidade
que teve de iniciar o jogo.
Bruno Domingos/Mowa Press
Daniel Alves reage após fazer gol contra no amistoso contra a Suíça

Neymar foi quem mais apareceu no ataque, mas pareceu estar numa voltagem a mais do que a
 necessária  para um amistoso. Aos 22   minutos levou  cartão amarelo por  uma  entrada dura,
 com o pé alto, em Lichtsteiner. O jogador do Barcelona superou o destempero no lance e foi
quem mais levou perigo a Benaglio no restante do primeiro tempo, marcado por uma boa jornada
dos dois goleiros.
O segundo tempo começou sem mudanças no Brasil e com um gol contra de Daniel Alves
 logo aos dois minutos. Seferovic cruzou para a área de Jefferson e num lance simples o lateral-direito
 poderia facilmente afastar a bola. Acabou mandando para o fundo das redes de Jefferson.
Era tudo que a Suíça precisava para controlar o jogo. Famosa por sua boa defesa, a equipe de
Ottmar Hitzfeld não sofreu mais com ataque do Brasil. A Suíça sofreu apenas cinco gols nos seus
últimos 10 jogos oficiais. Não seria fácil para os comandados de Felipão furarem o “ferrolho” suíço.
Fred, que marcara nos outros três jogos do Brasil na Europa desde o retorno de Felipão, deixou o
 campo aos 10 minutos para dar lugar a Jô. Saiu zerado, diferente dos jogos contra Inglaterra, Itália
 e Rússia. Marcelo também saiu para dar lugar a Maxwell, novato nesta convocação.
As mudanças não alteraram o cenário e o Brasil não ofereceu o perigo que dara a Benaglio no
 primeiro tempo. Hernanes no lugar de Oscar, Lucas no de Hulk, Jean no de Daniel Alves e
Fernando no de Luiz Gustavo: estas foram as outras mudanças de Felipão, que viu um time apático
 chutar pouco a gol e terminar o jogo com a metade de finalizações dos suíços e sem ser sombra do
 time que encantou o mundo há pouco mais de um mês na Copa das Confederações. 
FICHA TÉCNICA -  SUÍÇA 1 x 0 BRASIL
Local: Estádio St. Jacob-Park, na Basileia (Suíça)
Data: 14 de agosto de 2013 (Quarta-feira)
Horário: 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Aytekin Deniz (Alemanha)
Público: 31.100 pagantes
Cartões amarelos: Senderos, Schwegler e Behrami (Suíça). Neymar e Fernando (Brasil)
GOL: SUÍÇA: Daniel Alves (contra), aos 2 minutos do segundo tempo
SUÍÇA: Benaglio, Lichtsteiner (Lang), Senderos (Schar), Klose e Ricardo Rodriguez; Behrami,
Stocker (Barnetta), Dzemaili (Schwegler) e Xhaka; Shaqiri (Mehmedi) e Seferovic (Gavranovic)
Técnico: Ottmar Hitzfeld
BRASIL: Jefferson; Daniel Alves (Jean), Thiago Silva, Dante e Marcelo (Maxwell); Luiz Gustavo
 (Fernando), Paulinho, Oscar (Hernanes) e Hulk (Lucas); Neymar e Fred (Jô)
Técnico: Luiz Felipe Scolari
 

 
 
 
 VÍDEO DO AMISTOSO BRASIL 0X1 SUIÇA
 
 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
____________________________________________________________________________________________________
11 de agosto de 2013

Aeromovel é inaugurado em Porto Alegre
 
 
 
 
 
 O inventor da tecnologia Aeromovel, Oskar Coester, descerra a placa de inauguração sob aplausos das autoridades

 
 
Presidenta Dilma Rousseff realizou a viagem inicial da primeira linha brasileira da tecnologia. Sistema passará por um
período de operação assistida de até 90 dias, funcionando para o público de segunda a sexta, de 10h às 16h
O Aeromovel já é uma realidade em Porto Alegre. A presidenta Dilma Rousseff inaugurou, neste sábado (10.08),a
 linha da nova tecnologia de mobilidade urbana que fará a ligação entre o Terminal 1 do Aeroporto Internacional Salgado
Filho e a Estação Aeroporto do metrô da capital gaúcha. O Aeromovel é um meio de transporte automatizado em via
elevada, que utiliza veículos leves e não motorizados.
"Eu participo da inauguração de um símbolo que está sendo implantado, um símbolo do espírito inovador, da capacidade
 de gerar tecnologia, de criar os meios para vencer novos desafios, e de mostrar que nós somos, sim, capazes de gerar
 tecnologia nova, de inovar. Eu quero dizer para o país que nós temos aqui, no Rio Grande do Sul, uma alternativa de
transporte público coletivo, de transporte de massa, de alta qualidade", disse a presidenta.
Na primeira viagem da linha, a presidenta esteve acompanhada dos ministros das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, do
 Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas, e da Secretaria de Direitos Humanos, Maria do Rosário, do prefeito de Porto
 Alegre, José Fortunati, do governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, do presidente da Empresa de Trens Urbanos
de Porto Alegre (Trensurb), Humberto Kasper, entre outras autoridades. Também esteve presente o criador da tecnologia,
Oskar Coester.
"Sonhar é bom, realizar um sonho é melhor ainda. Mesmo que a palavra obrigado signifique muito, não expressará por
 inteiro os meus agradecimentos a todos que ajudaram a realizar esse sonho que tem como objetivo único melhorar a vida
 das pessoas", disse Coester.
"Acho que o Brasil precisa reconhecer que nós temos pessoas que são capazes de lutar uma vida inteira por algo
 que consideram fundamental. E essa capacidade é uma capacidade que tem de servir de exemplo para os nossos j
ovens, porque valores, um deles é, de fato, essa determinação de vida", disse Dilma Rousseff.


O trajeto tem 814 metros e será percorrido em dois minutos. O Aeromovel passará por um período de operação assistida, que
terá duração de até 90 dias. Nesta fase, o funcionamento será realizado em horário reduzido, das 10h às 16h, de segunda a
 sexta-feira,
sem cobrança de passagem.
Dois veículos, um com capacidade para 150 passageiros, e outro para 300 – com chegada prevista para setembro -, irão
operar alternadamente conforme a demanda. O valor total do projeto é de R$ 37,8 milhões, investimento do governo
federal. Estima-se que cerca de 7 mil pessoas devam utilizar a linha do Aeromovel por dia.
“O transporte público é um transporte para todas as classes sociais e é um transporte que tem por objetivo viabilizar os
espaços
 urbanos, sem o que, sem um transporte público nós não teremos algo que não seja crise urbana nas cidades", disse Dilma
 Rousseff.
Quando a operação plena tiver início, os usuários que embarcarem no Aeromovel no terminal junto ao aeroporto irão adquirir a
passagem (de R$ 1,70) que dará direito ao transporte na linha do metrô sem cobrança adicional. Da mesma forma, quem
desembarcar na Estação Aeroporto poderá utilizar o Aeromovel para se deslocar até o aeroporto sem pagar nova tarifa.
Como funciona
A propulsão do Aeromovel é pneumática: o ar é soprado por ventiladores industriais de alta eficiência energética através de
 um
duto localizado dentro da via elevada. O vento empurra uma placa (semelhante a uma vela de barco) fixada por uma haste
 ao veículo. O resultado é uma solução de mobilidade urbana de baixo custo operacional e de implantação, além de baixíssimo
 impacto ambiental.
“Quando se utiliza o Aeromovel, é silencioso, rápido, com uma economia, em um momento em que nós sabemos que essa é
 uma preocupação internacional, que é a questão da geração de gases de efeito estufa, que aumentam a temperatura. Esse é,
 de fato, um transporte que tem todas as características da sustentabilidade”, disse a presidenta Dilma Rousseff.
A tecnologia foi criada pelo empresário gaúcho Oskar Coester há mais de 30 anos e está em operação em uma linha de 3,2
 quilômetros na Indonésia desde 1989. Em agosto de 2010, a Trensurb e a Aeromovel Brasil S.A. assinaram contrato para o
 fornecimento do pacote tecnológico do Aeromovel para a linha entre o aeroporto e o metrô.  Em junho de 2011, iniciaram-se
 as atividades no canteiro de obras da via elevada.
O Aeromovel usa tecnologia 100% nacional. Durante os quase três anos de projeto, 59 empresas e 1.058 pessoas participaram
 do processo de construção da linha. Além das quatro empresas contratadas diretamente pela Trensurb – Aeromovel Brasil
 (pacote tecnológico); T’Trans (veículos); Premold (via elevada); Rumo (estações) – diversas outras, 48 delas gaúchas,
envolveram-se no processo, fornecendo componentes e serviços que foram desde projetos estruturais e arquitetônicos até
motores
 e turboventiladores, passando por moldes de rodas dos veículos, fixação de trilhos, programação de softwares e transporte
de carga.
“Nós temos hoje, neste Aeromovel, um exemplo de que é possível fazer no Brasil, com tecnologia brasileira, usando a cabeça
deste país. Porto Alegre poderá ser, inclusive, um centro de tecnologia de mobilidade urbana” disse o ministro das Cidades,
Aguinaldo Ribeiro.

Mercado Público
Durante a cerimônia, a presidenta reforçou o apoio do governo federal na reconstrução do Mercado Público de Porto Alegre,
parcialmente destruído em um incêndio no mês passado. De acordo com a presidenta Dilma, serão disponibilizados R$
19,5 milhões do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Cidades Históricas para ajudar na recuperação do espaço.
O Mercado é um dos principais pontos turísticos de Porto Alegre, sede de cinco jogos da Copa do Mundo da FIFA 2014.

____________________________________________________________________________________________________
 19  de agosto de 2013

Venda de ingressos para a Copa: um guia completo

19/08/2013 - 21:04
Comercialização tem início na manhã desta terça-feira (20.08). Não é necessário ter pressa: solicitações podem ser feitas até 10
 de outubro e depois haverá sorteio. Tíquetes poderão ser enviados para a casa do comprador
Teve início, às 7h desta terça-feira (20.08), no horário de Brasília, a venda de ingressos para a Copa do Mundo da FIFA 2014.
 Nesta primeira fase, a oferta é de um milhão de tíquetes. Os interessados não precisam se apressar para tentar comprar as
entradas para os jogos do Mundial: as solicitações realizadas até 10 de outubro farão parte de um sorteio, em que todas têm
chances iguais de serem contempladas.
O único canal legal para a venda dos ingressos é o site FIFA.com. Ali o torcedor deve fazer um cadastro e criar uma conta para
 a compra dos tíquetes. Uma vez feito o registro, é hora de escolher os bilhetes desejados.
Existe um limite de quatro ingressos por jogo para um universo de até sete partidas. Ou seja, o solicitante pode adquirir entradas
 para ele e para até três convidados em cada disputa e, dos 64 jogos, ele deve eleger sete. E não podem ser jogos do mesmo dia.
 Na solicitação, também é necessário indicar dados como nome, CPF, RG e data de nascimento não só do comprador, mas
também dos convidados.
Leia também:

» Ingressos custam a partir de R$ 30

» Torcedor pode optar por receber os tíquetes em casa

» Pelo menos 500 mil ingressos estão reservados a residentes no Brasil

» Torcedores podem ver o mapa do estádio dividido por categorias na hora da compra

» Cidades terão mais Centros de Ingressos e em locais mais acessíveis

» Confira o Guia do Torcedor da FIFA para compra de ingressos (link para arquivo PDF no site da

 FIFA)


 

 
 
____________________________________________________________________________________________________ 
07 DE AGOSTO DE 2013

Brasil enfrentará Austrália no dia 7 de
setembro, no Estádio Nacional Mané Garrincha

 
Jogo na arena de Brasília para a Copa do Mundo será o segundo compromisso da Seleção Brasileira após o título da
Copa das Confederações.
 
CONHEÇA MAIS SOBRE O ESTÁDIO MANÉ GARRINCHA
 
 

 
 
 A Seleção Brasileira voltará ao Estádio Nacional Mané Garrincha, palco da estreia da equipe na Copa das Confederações, no
 dia 07 de setembro (sábado). O compromisso na arena de Brasília será contra a Austrália às 16h15. A CBF confirmou a
 partida em seu site, na noite desta quarta-feira (07.08). Assim como o Brasil, a Coreia do Sul, o Irã e o Japão, os australianos
 já estão com a vaga assegurada para a Copa do Mundo de 2014.

O amistoso contra os australianos será o segundo da Seleção Brasileira após a conquista da Copa das Confederações.
Antes, no dia 14 de agosto, próxima quarta-feira, o adversário será a Suiça. O jogo marcado para o dia da Independência
 do Brasil será o sétimo na história do confronto entre Brasil x Austrália. O último duelo foi na Copa do Mundo de
 2006, na Alemanha. Adriano e Fred marcaram os gols da vitória por 2 x 0, em Munique. Segundo a CBF, as informações
 sobre a venda de ingressos para a partida serão divulgadas em breve.




Brasil x Suíça
Felipão convoca 20 jogadores para o amistoso do dia 14 de
agosto.


 


Dos jogadores convocados para o amistoso Brasil x Suíça, na próxima quarta-feira, em Basel, o goleiro Julio Cesar
é o que mais atuou: foram 74 partidas, em 111 convocações, com 54 gols sofridos.
Daniel Alves vem logo em seguida, com 70 jogos. O lateral-direito marcou cinco gols.
Neymar é o artilheirto do atual grupo: 24 gols em em 39 jogos.
Fred marcou 16 gols em 30 jogos. 
O técnico Felipão convocou 20 jogadores para o amistoso do Brasil contra a Suíça no dia 14 de agosto, em Basel, na 
 Suíça.
Felipão manteve a base da Seleção Brasileira campeã da Copa das Confederações 2013. O lateral-esquerdo Maxwell,
 do Paris Saint Germain, é a novidadade da relação.    
A viagem para Basel será no dia 11 de agosto, às 16h30, saindo do Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo,
e às 19h15 (LH501), saindo do Aeroporto Internacional Tom Jobim, do Rio de Janeiro.
A Seleção Brasileira treina na terça-feira no Estádio Jakob Park, às 16h15 (11h15 de Brasília).
Brasil e Suíça se enfrentam na quarta-feira, dia 14 de agosto, às 20h45 (15h45 de Brasília), no Estádio Jakob Park.
Veja a relação dos 20 jogadores:
Goleiros:
Julio Cesar - Queens Park Rangers
Jefferson - Botafogo
 
Zagueiros:
Thiago Silva - Paris Saint Germain
David Luiz - Chelsea
Dante - Bayern de Munique
 
Laterais:
Daniel Alves - Barcelona
Jean - Fluminense
Marcelo - Real Madrid
Maxwell - Paris Saint Germain
 
Meio-campo:
Fernando - Shakhtar Donetsk
Hernanes - Lazio
Luiz Gustavo - Bayern de Munique
Paulinho - Tottenham Hotspur
 
Meia atacantes/ atacantes:
Oscar - Chelsea
Jô - Atlético Mineiro
Lucas - Paris Saint Germain
Hulk - Zenit
Bernard - Atlético Mineiro
Fred - Fluminense
Neymar - Barcelona



 ________________________________________________________________________________

Brasil x Portugal
 
Credenciamento para amistoso do dia 10 de setembro
 
Está aberto o credenciamento de imprensa para o amistoso entre Brasil e Portugal, que será disputado no dia 10 de setembro,
em Boston, nos Estados Unidos. Os profissionais interessados em realizar a cobertura desta partida devem fazer a solicitação
 até o dia 23 de agosto, às 17 horas (18 horas de Brasília), impreterivelmente.
Para solicitar o credenciamento para o duelo entre Brasil e Portugal, basta clicar aqui e preencher o formulário. A resposta
sairá
até o dia 29 de agosto.
Brasil e Portugal se enfrentam em amistoso no Gillete Stadium, em Boston. A partida do dia 10 de setembro está marcada
para começar às 21 horas (22 horas de Brasília).
 
_____________________________________________________________________________________________________ 
CONHEÇA OS ESTÁDIOS ONDE SERÃO DISPUTADAS AS
 PARTIDAS DO MUNDIAL.
 

Arena Amazônia -  MANAUS

Manaus - Arena da Amazônia
© LOC

A Arena Amazônia, antigo Estádio Vivaldão, pode não ser um palco tradicional do futebol brasileiro, mas certamente atrairá
 um grande número de torcedores graças à sua localização privilegiada, no coração da maior floresta em área contínua do mundo.kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Inspirado nela, aliás, o projeto do estádio prevê a construção de uma estrutura metálica similar à de um cesto de palha típico
 da região, que protegerá a parte externa das arquibancadas. Todo o processo se encaixará nas normas de sustentabilidade,
que devem deixar um importante legado à região e ainda preservar a diversidade da Floresta Amazônica.

As águas da chuva, por exemplo, serão armazenadas para uso posterior nos banheiros ou para a irrigação do gramado. Já a luz
 solar, abundante nesta parte do país, deverá gerar energia limpa e renovável. Por fim, algumas paredes vegetais contribuirão
 para a redução dos gastos de energia e, sobretudo, para o controle da temperatura dentro do estádio.

A Arena Amazônia terá 42.377 lugares, restaurantes, estacionamento subterrâneo e um acesso por meio de um corredor de
ônibus e monotrilho. Ela receberá quatro jogos de primeira fase da Copa do Mundo da FIFA 2014™ e servirá posteriormente
como um grande pólo de atração turística para shows e eventos na região.
 
 

Estádio Castelão - FORTALEZA

Fortaleza - Castelão
© LOC

Não é raro ver o torcedor cearense dar demonstrações de paixão pelo futebol e pelos dois principais times da cidade, Ceará
e Fortaleza. Agora, ele tem uma casa nova para acompanhar tanto os clássicos que costumam parar a cidade como os
 jogos da Copa das Confederações da FIFA™ e da Copa do Mundo da FIFA 2014™.
Construído em 1973, o Estádio Governador Plácido Castelo, conhecido popularmente como Castelão, foi
inteiramente reformado para acolher confortavelmente públicos de até 58.704 pessoas. A arena ganhou um estacionamento
 coberto com 1.900 vagas e conta com estrutura de camarotes, área VIP, setor de imprensa, zona mista e vestiários totalmente
renovados. Todos os assentos são protegidos por uma cobertura, mesmo aqueles situados no anel inferior, mais próximo ao
gramado.
O que também muda no Castelão é o acesso. Com a construção de quatro corredores exclusivos de ônibus, de uma linha de
VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) e de duas estações de metrô, o torcedor tem muito mais facilidade de locomoção,
 tanto para os jogos como para os restaurantes, cinemas, hotel e o centro olímpico que devem fazer parte do complexo.
Tudo isso, somado à grande expectativa do torcedor, deve fazer do Castelão um dos palcos mais animados nos dois grandes
 eventos de 2013 e 2014. Na Copa do Mundo da FIFA™, ele será a casa da Seleção Brasileira no segundo jogo da primeira
 fase, com certeza de apoio maciço como o registrado em março de 2002, no jogo que marcou a volta do atacante Ronaldo aos
 gramados antes do Mundial do Japão/Coreia do Sul.

CONHEÇA MAIS SOBRE O ESTÁDIO NOVO CASTELÃO
 
 
 

Estádio das Dunas - NATAL

Natal - Estádio das Dunas
© LOC

Desde o ano de sua construção, 1972, o estádio João Cláudio de Vasconcelos Machado, o Machadão, abrigou no bairro
 Lagoa Nova os maiores jogos de futebol da capital do estado do Rio Grande do Norte, sobretudo aqueles envolvendo
seus três maiores times – o ABC, que disputou a Série A do Campeonato Brasileiro pela última vez em 1985; o Alecrim (1986)
 e o América (2007).

Para que a capital potiguar se tornasse uma das 12 sedes da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014™, porém, era
 necessária uma estrutura maior e mais moderna. A solução encontrada foi demolir completamente tanto o Machadão
 quanto o ginásio anexo Humberto Nesi, conhecido como Machadinho.
O resultado é o projeto do Estádio das Dunas, cuja referência a uma das atrações naturais mais impressionantes da região de
 Natal não se limita ao nome, mas também à ousada construção ondulada que imita dunas de areia.



Arena Pernambuco - RECIFE
Recife - Arena Pernambuco
© LOC

Recife, uma cidade entusiasta do futebol, que abriga três clubes tradicionalíssimos em cenário nacional como Náutico,
Santa Cruz e Sport e já sediou uma partida da Copa do Mundo da FIFA Brasil 1950 (Chile 5 x 2 EUA, na Ilha do Retiro),
 ganha um novo estádio, que receberá cinco partidas do Brasil 2014. 
A arena, cercada por outros empreendimentos, fica localizada em São Lourenço da Mata, na zona metropolitana da cidade,
a 19 km do Aeroporto Internacional dos Guararapes. O projeto é visto como uma alavanca econômica para a expansão
 da Grande Recife, em uma região considerada carente. Estima-se que o local se desenvolva em um bairro com cerca de cinco
 mil unidades residenciais. 
Com capacidade para 42.849 pessoas e construída por meio de uma parceria público-privada, a Arena Pernambuco passa a
 acolher partidas do Náutico, depois de acordo fechado com o clube alvirrubro em outubro de 2011. 
 
 CONHEÇA MAIS SOBRE O ESTÁDIO DA ARENA PERNAMBUCO

 
 

Arena Fonte Nova - SALVADOR

Salvador - Arena Fonte Nova
© LOC

Primeira capital do Brasil, Salvador receberá a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014™ em casa nova: palco de grandes
 confrontos do futebol baiano como o clássico Ba-Vi, a Fonte Nova, oficialmente Estádio Octávio Mangabeira, foi
 implodida para dar lugar a uma moderna arena com capacidade para 52.048 espectadores, que sediará quatro confrontos
 da primeira fase do torneio.
Inaugurado em 28 de janeiro de 1951, o estádio da capital baiana foi utilizado até novembro de 2007 e três anos depois foi
 demolido. A novíssima Arena Fonte Nova teve as características originais mantidas e ganhou uma cobertura com
 estrutura metálica leve, além de um restaurante panorâmico e um museu do futebol. O complexo passará a abrigar muito
 mais do que partidas de futebol: prédios que comportarão estacionamento, shopping, hotéis e uma casa de shows fazem
 parte do projeto, que seguiu um modelo de parceria público-privada.
A nova estrutura certamente está à altura das partidas que serão disputadas no gramado da Fonte Nova. Três dos quatro
 duelos que acontecerão no estádio durante a primeira fase terão como protagonistas cabeças de chave de seus grupos.
A capital baiana ainda receberá uma partida eliminatória das oitavas de final e uma das quartas de final.
 
 
 CONHEÇA MAIS SOBRE O ESTÁDIO DA FONTE NOVA
 

 
Arena Pantanal -CUIABÁ
Cuiabá - Arena Pantanal
© LOC

O estádio que abrigará os jogos da Copa do Mundo da FIFA™ à beira de uma região de flora e fauna tão riquíssima como a
 do Pantanal não poderia deixar de apresentar entre suas metas a construção e manutenção de uma estrutura sustentável, desde
 a concepção de seu projeto.

Essa orientação está voltada para cada detalhe: a madeira usada na edificação é certificada, e os resíduos e entulhos passam
 por um processo de reciclagem e reaproveitamento na própria obra e em suas vias de acesso. A qualidade do ar também é
constantemente monitorada, assim como a do solo. Desta forma, o apelido "Verdão" dificilmente vai ser esquecido.

Especialmente construída para o torneio, a Arena Pantanal terá capacidade para 42.968 espectadores, ocupando o terreno em
 que antes estava o Estádio José Fagelli, e vai acolher quatro partidas do Brasil 2014. Esse espaço multiuso terá, no entanto,
 uma estrutura modelar, que poderá ser reduzida depois do Brasil 2014.  Coberta, ela poderá receber eventos diversificados,
 como shows, exposições e feiras. Clubes tradicionais como o Mixto e o Operário também podem aproveitar essa estrutura.
 
 

Estádio Nacional - BRASÍLIA

Estádio Nacional - Brasília
© FIFA.com

Seguindo os padrões de uma das cidades mais modernas do país em termos de arquitetura, o Estádio Nacional de Brasília é
 um dos mais imponentes – e o segundo maior, com capacidade para 68.009 espectadores – da Copa do Mundo da FIFA
Brasil
2014™.
O antigo estádio Mané Garrincha, praticamente demolido, deu lugar a uma arena que conta com uma nova fachada, com
 cobertura em estrutura metálica, novas arquibancadas e um gramado rebaixado para permitir uma visão completa do
 jogo. Com projeto de construção ecologicamente correto, voltada à emissão zero de carbono, à reciclagem e ao acesso total
por
 meio do transporte público, ela serve para consolidar o nome da capital como referência mundial em planejamento sustentável,
 deixando um legado importante outros setores da economia local.
O Estádio Nacional de Brasília foi aprovado para receber a abertura da Copa das Confederações da FIFA 2013™, além de
 sete outras partidas da Copa do Mundo da FIFA 2014™, incluindo uma de quartas de final.
Este será o terceiro estádio da capital brasileira, somando-se ao Serejão, casa do Brasiliense, e ao Bezerrão, que foi
 recentemente reformado e reinaugurado em 2008. Após a Copa, a ideia é que a arena seja usada para shows e espetáculos
 culturais de grande porte.

CONHEÇA MAIS SOBRE O ESTÁDIO NACIONAL ANTIGO  MANÉ GARRINCHA
 





 

Éstádio Mineirão - BELO HORIZONTE

Belo Horizonte - Mineirao

Um dos templos do futebol brasileiro, casa dos multicampeões nacionais Atlético Mineiro e Cruzeiro, a arena, com
 capacidade para 57.483 espectadores, está completamente reformada para receber seis jogos da Copa do Mundo da
 FIFA Brasil 2014™, incluindo um confronto de semifinal. 
O projeto de modernização incluiu o rebaixamento do campo, melhoria em sua acessibilidade e outros quesitos,
 sempre guiados por princípios de sustentabilidade - levando em conta, por exemplo, a reutilização da água de chuva com
 uma capacidade de armazenamento de até 6.270.000 litros.
Localizado no bairro da Pampulha e inaugurado em 5 de dezembro de 1965, o estádio pertence ao governo estadual de
Minas Gerais, com o nome oficial de Estádio Governador Magalhães Pinto. Mas o certo é que é por "Mineirão" que
 os torcedores vão perguntar durante o torneio.

A atmosfera e a empolgação no estádio em dias de jogo do "Galo" e da "Raposa" são contagiantes, assim como quando
 a Seleção entra em campo,  inclusive em duas edições recentes do superclássico Brasil x Argentina (em 2004 e 2008,
 pelas eliminatórias para a Copa do Mundo da FIFA™). Grandes atacantes como Ronaldo, Tostão, Reinaldo e Dario já tiveram
 o estádio como sua vitrine.
 
 
 
 CONHEÇA MAIS SOBRE O ESTÁDIO DO MINEIRÃO

 
 
 
Arena de São Paulo - SÃO PAULO
Arena de São Paulo
© LOC

Dos três maiores clubes da cidade de São Paulo, o único que não possuía um estádio particular com tamanho e infraestrutura
 suficientes para abrigar seus jogos era justamente aquele de torcida mais numerosa: o Sport Club Corinthians Paulista.

Pois o antigo sonho da nação corintiana convergiu com a realização da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014™, e o resultado
 foi a construção da Arena de São Paulo, no bairro de Itaquera, na Zona Leste da cidade – um tradicional reduto de corintianos.

O projeto de construção do estádio – cujo término está previsto para o início de 2014 – prevê o fomento à Zona Leste, uma das
 regiões da capital paulista mais carentes de recursos, onde vivem quase 4 milhões de pessoas, e a qualificação profissional
 de centenas de trabalhadores. No total, cerca de seis mil pessoas devem ser empregadas direta e indiretamente ao longo do
 período de construção.

A Arena de São Paulo foi a escolhida para receber a partida de abertura da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014™, e abrigará
 ainda outros cinco jogos, entre os quais uma das semifinais.
 
 
 
 

Estádio do Maracanã - RIO DE JANEIRO

Rio de Janeiro - Maracanã
© LOC

Construído para a Copa do Mundo da FIFA 1950 e imortalizado como palco da inesquecível final entre Brasil e Uruguai, um
 dos capítulos mais marcantes da história do torneio, o Estádio Jornalista Mário Filho, no Rio de Janeiro, reassume a condição
 de protagonista no Brasil 2014. Estádio que abrigará o maior número de partidas da competição, sete confrontos no total,
 o Maracanã receberá a grande decisão no dia 13 de julho.
De cara nova para o Mundial, o estádio que ficou conhecido como “Maior do Mundo” – chegou a receber 200 mil
 torcedores e detém vários dos maiores recordes de público da história do futebol – tem agora capacidade para 73.531
espectadores e continua sendo o maior do país. Respeitando sua concepção original, o projeto de reforma incluiu a
 demolição total do anel inferior para a construção de uma nova arquibancada com melhor visibilidade, a maximização
 das rampas monumentais e a substituição de todos os assentos, além da instalação de uma nova cobertura, que captará água
 da chuva para reuso. A fachada, tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, permanecerá intacta.
Segundo ponto turístico mais visitado do Rio de Janeiro, o Maracanã não deixou de receber apaixonados por futebol de todas
 as partes do mundo durante as obras. Os visitantes puderam acompanhar a movimentação dos operários da Torre de
Vidro, criada especialmente para a ocasião, e até levar para casa um pedaço do estádio como lembrança.
 
 
CONHEÇA MAIS SOBRE O ESTÁDIO DO MARACANÃ
 







Arena da Baixada - CURITIBA
Curitiba - Arena da Baixada
© LOC

Desde que foi reinaugurado em junho de 1999, o tradicional Estádio Joaquim Américo, conhecido como Arena da Baixada,
 tem
 a reputação de ser um dos mais modernos e bem estruturados do Brasil.
Não foi de surpreender, portanto, que a casa do Atlético Paranaense, construída em sua versão original em 1914, estivesse
 entre as escolhidas para sediar a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014™.

Para receber o evento, o estádio passará por mais uma fase de obras – prevista para terminar em dezembro de 2012 -,
durante a qual receberá uma série de adaptações e em que será construído mais um lance de arquibancadas paralelas ao
campo. A capacidade será aumentada assim para 40 mil pessoas, para que o estádio possa abrigar quatro jogos do Mundial
 de 2014.
 
 
 
 
 
 Estádio Beira Rio - PORTO ALEGRE
Porto Alegre - Beira Rio
© LOC

Erguido em uma área aterrada do Rio Guaíba, um dos cartões-postais de Porto Alegre, o Beira-Rio é a casa do Sport Club
 Internacional, que divide com o arquirrival Grêmio os holofotes do polarizado futebol gaúcho. Cenário de tantos Gre-nais
 emocionantes e de quatro decisões da Copa Libertadores da América, o estádio se prepara para sua mais importante missão:
receber cinco jogos da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014™, um deles válido pelas quartas de final do torneio.
Maior estádio da região Sul do país, o “Gigante do Beira-Rio”, batizado Estádio José Pinheiro Borda, foi inaugurado em 1969
depois de quase uma década de obras em que a participação da torcida do Inter foi efetiva: os colorados contribuíram com
 tijolo, cimento e ferro, e alguns chegaram a deixar o Estádio dos Eucaliptos quando o time ia mal para “torcer” pelos pedreiros

que trabalhavam no Beira-Rio.
O projeto de modernização do Beira-Rio, custeado pelo próprio Internacional através do programa “Gigante para Sempre”,
tem como ponto alto a instalação de uma inovadora cobertura metálica que protegerá os assentos, as rampas e o acesso aos
portões. O projeto modular foi adotado para garantir a agilidade da construção, dividida em etapas, e evitar a interdição do
estádio durante as obras. Depois da reforma, o Beira-Rio terá capacidade para 50.287 espectadores.